Uma lição da Troma: segue o teu coração!

Quem gosta e acompanha o Cinema de Terror certamente conhece o nome Troma – a produtora norte-americana de filmes como THE TOXIC AVENGER (1984), POULTRYGEIST: NIGHT OF THE CHICKEN DEAD (2006) entre centenas de outras obras. O seu produtor, Lloyd Kaufman possui uma das maiores (se não a maior) listas de créditos na História do Cinema como produtor, realizador, actor, argumentista, director de fotografia, etc. São centenas de filmes.

Recentemente, Lloyd Kaufman lançou o seu mais novo livro: PRODUCE YOUR OWN DAMN MOVIE! que surge após dois outros (MAKE YOUR OWN DAMN MOVIE! e DIRECT YOUR OWN DAMN MOVIE!). É necessário notar que este novo título é  publicado pela Focal Press, no less!

PRODUCE YOUR OWN DAMN MOVIE escrito por Lloyd Kaufman

Este novo livro destina-se a qualquer miúdo que queira fazer o seu filme e não saiba como. Ora, o Sr. Troma explica. No entanto, sendo Lloyd Kaufman uma das figuras mais impagáveis do Cinema de Terror contemporâneo, este livro é tudo menos um daqueles inúmeros manuais “how to” muito profissionais que podemos encontrar na Fnac ou em qualquer livraria. Sempre em tom de auto-paródia, Lloyd Kaufman nos mostra a filosofia por detrás da Troma e (melhor ainda) como é que todos os projectos nos quais ele se envolve acabam se transformando em lixo, desastre financeiro ou simplesmente merda (os termos são do próprio Kaufman). Mas sempre dentro do estilo Troma.

Ora, Troma só há uma… e duvidamos que exista lugar para outra. Os seus filmes (goste-se ou não deles) são objectos únicos que pertencem a um nicho de mercado muito especial – tão especial que a Troma já é uma marca de culto. E também é lógico que muitos dos conselhos de Lloyd Kaufman estão direccionados para produções que seguem o standard Troma. (Pergunta: o que se faz quando um actor abandona a nossa rodagem a meio? Resposta: substitui-se o actor e introduz-se uma fala no guião a dizer que a personagem fez uma cirurgia plástica!)

(Risos)

No entanto o livro não é só isto. Nele encontramos uma grande quantidade de textos e entrevistas preciosas com gente como Terry Jones e Roger Corman. E apesar dos conselhos by Troma, a vasta experiência de Lloyd Kaufman realmente chama a nossa atenção para os problemas, necessidades, obstáculos e soluções na produção de um filme independente de baixo orçamento. A auto-paródia é apenas auto-paródia… e o Sr. Kaufman é um pragmático que sabe bem o que diz.

Mas o mais importante que nós vimos neste livro – e que vale à pena mencionar – foi a sinceridade e honestidade de Lloyd Kaufman quando ele nos diz que devemos fazer aquilo em que acreditamos. Trata-se daquela coisa de “seguir o nosso coração”. Esta é uma mensagem valiosa (vinda de quem vem) que todas as pessoas que desejam fazer Cinema deviam levar muito a sério. Faz aquilo em que acreditas e segue o teu coração!🙂

Etiquetas: , , ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: