Filme europeu da semana: The Human Centipede (First Sequence).

Este filme chega-nos da Holanda e conta a história de duas amigas americanas de férias pela Europa (uma situação muito querida do cinema de terror) que após um furo no pneu (outra situação muito querida do cinema de terror) acabam por ir parar à casa de um médico maluco (outra situação muito querida do cinema de terror) que tem planos absolutamente horríveis para ambas (outra situação… bem, vocês já sabem).

No entanto, este filme está longe de ser mais um daqueles que não oferecem mais do que velhos clichés. Pelo contrário, oferece-nos uma história capaz de deixar qualquer espectador perplexo. O médico (Dr. Heiter) está em vias de criar uma centopeia humana, interligando três pessoas através do sistema digestivo. Pode parecer estranho, mas trata-se de uma ideia tão absurda quanto chocante. E é incrível, pois apesar do filme não conter as toneladas de vísceras e gore presentes noutros filmes, aqui é o simples conceito da “centopeia” que choca (mesmo antes de chegarmos a vê-la). Se o realizador Tom Six queria obter o máximo de efeito sobre o espectador utilizando o mínimo de recursos, conseguiu-o.

Este filme surge como a primeira parte de um projecto maior – daí o título “First Sequence” – na medida em que o anúncio do THE HUMAN CENTIPEDE II (FULL SEQUENCE) foi anunciado quase que em simultâneo com a sua estreia. A distribuição no mercado norte-americano foi assegurada pelo The Independent Film Channel (IFC), o mesmo distribuidor de filmes como ANTICHRIST (2009) e de outro que já citámos: LA HORDE (2009). A estratégia seguida foi muito interessante: THE HUMAN CENTIPEDE (FIRST SEQUENCE) foi distribuído em simultâneo em salas de cinema e em video on demand. O trailer pode ser visto aqui.

Este é mais um exemplo de como o cinema europeu de terror está bem vivo.

Aliás, o sucesso deste tipo de cinema também é medido pela forma como o público apropria-se do conceito, perpetuando-o. Senão vejamos, já existem brinquedos para gatos e outros objectos baseados no filme. É óbvio que a obra possui os seus detractores, mas o filme funciona e o impacto é claro.

 

Cá está uma simpática prenda para um Dia dos Namorados inesquecível. É caso para dizer que há prendas que valem por mil perfis psiquiátricos.

 

 

Os seus gatos vão delirar com este brinquedo muito sugestivo - de que os humanos são capazes de coisas horríveis (e a preços absurdos!).

 

Etiquetas: , , ,

3 Respostas to “Filme europeu da semana: The Human Centipede (First Sequence).”

  1. joao rapaz Says:

    É bom ver que o cinema europeu desenvolve em várias direcções. Depois dos vários (bons) filmes de acção franceses, começam a aparecer alguns (bons) filmes de terror como é exemplo disso o “La Horde”.
    Também Inglaterra,ou neste caso a Holanda, abrem mais o expectro de filmes que lançam no mercado. Se por um lado a redução de custos de produção que resultou do aparecimento das cameras digitais teve grande impacto na industria cinematográfica, também a nova “Horda” de profissionais emergentes com novas ideias e energia redobrada podem ter vindo cortar com a mentalidade retrógrada do passado.
    Em frente! Façamos também a nossa parte!

  2. Resolução de ano novo: que tal começar a escrever uma grande história? « Bad Behavior Says:

    […] droga que o Dr. Heiter pôs na bebida. Não, ele não as quer torturar. O Doutor deseja muito mais: THE HUMAN CENTIPEDE (FIRST SEQUENCE) (2009). LES DIABOLIQUES […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: