Mestres do cinema de terror europeu I: Dick Maas.

Poster Italiano do DE LIFT... "Le scale... le scalle..." LOL!

A cinematografia holandesa tem, ao longo das décadas, produzido um cinema de terror muito bom e competitivo. DE LIFT (1983) e AMSTERDAMNED (1988) são dois exemplos clássicos que vale a pena recordar. Ambos os filmes nos chegaram pelas mãos habilidosas de Dick Maas.

Poster francês do AMSTERDAMNED.

Sobre o DE LIFT: nos tempos gloriosos do VHS, muitos de nós devem ter alugado a versão norte-americana do filme dobrada em inglês e com o título THE LIFT. Trata-se de uma premissa deliciosa: uma grande torre onde existe um elevador assassino com uma capacidade incrível de imaginar novas formas de matar – tudo isto para o deleite dos espectadores. O trailer do filme (já um clássico entre os trailers de terror) termina com o narrador a implorar “take the stairs! Take the stairs!! FOR GOD’S SAKE, TAKE THE STAIRS!!!” a mostrar um trabalho criativo superior. O próprio Maas regressou ao projecto num remake norte-americano chamado DOWN (2001) – filme que, por causa do 11 de Setembro, encontrou enormes problemas de distribuição (se não vejamos: Nova Iorque… elevadores… arranha-céus… montes de pessoas a morrer… montes de bombeiros… montes de polícias…).

SINT - poster em HD

Já AMSTERDAMNED é uma obra de outra natureza. Trata-se de um filme ultra-violento (mesmo!) que nos conta a história de um assassino que vagueia pelos esgotos de Amsterdão e do polícia que irá sofrer imenso até o encontrar (risos). No American Film Market, em 1988, AMSTERDAMNED foi o 3º filme mais vendido e ainda hoje é considerado um dos maiores sucessos internacionais do cinema holandês. Viva as tulipas!

Mais recentemente, Dick Maas nos trouxe um novo projecto: SINT (2010). Trata-se de um filme de terror construído em torno da figura do Sinterklaas – uma personagem semelhante ao Santa Claus anglo-saxónico – que os holandeses celebram no dia 05 de Dezembro. Mas não se enganem: o Sinterklaas do Dick Maas é uma figura terrível… a não ser para o próprio Dick Maas: na semana de 16 de Novembro de 2010, SINT quebrou o recorde do filme holandês mais visto de sempre que antes pertencia ao “filme holandês mais caro de sempre e que levou toda a gente à falência”: BLACK BOOK (2006) de Paul (SHOWGIRLS) Verhoeven.😛 Vimos o SINT sem legendas. Não percebemos a ponta dum corno… but who cares?😛

Temos tanto que aprender com estas pessoas…

Viva o cinema de terror europeu!

Etiquetas: , , ,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: