Filme europeu da semana: o genial “Angst”.

Um homem acaba de ser libertado da prisão onde esteve a cumprir pena por tentar matar a mãe. Após deambular um pouco pela rua, entra num café… e pouco a pouco os seus pensamentos vão deturpando a realidade. E a cada segundo que passa, percebemos que estamos diante de uma máquina assassina prestes a entrar em acção.

ANGST (1983) de Gerald Kargl é um filme ímpar. Ímpar porque é inteiramente composto pelos pensamentos monologados do protagonista. Do princípio ao fim, estamos sozinhos dentro da mente doente de um homicida. Este é um filme extremamente violento que não faz cedências.

O filme foi inspirado no assassino Werner Kniesek (preso até hoje) que em 1980 torturou e matou uma família com requintes únicos de sadismo – chegou a dar à senhora mais velha as suas gotas para o coração para que esta não morresse e pudesse aguentar a tortura durante mais tempo. No filme, os monólogos misturam declarações de vários assassinos. Entre elas estão as de Peter Kürten – por nós mais conhecido como… “O Vampiro de Düsseldorf”. O trailer infelizmente não comunica bem as qualidades deste filme que é dificílimo de encontrar em DVD. Por vezes os melhores filmes são os que dão mais trabalho.

Advertisements

Tags: , , ,

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: