Cinco filmes de terror europeus que não devemos perder!

Cá na BAD BEHAVIOR achamos imperioso prestigiar o cinema de terror europeu. Assim sendo, compilámos uma pequena lista de filmes europeus de terror que não devemos perder. Há um pouco de tudo e para todos os gostos. Vários países estão representados – o que significa que o terror parece próspero e recomenda-se. Ainda mais nestes tempos de crise, onde o que mais nos apetece é entrar numa sala de cinema, ver pessoas a serem decapitadas, estropiadas e devoradas… e esquecer os horrores da vida real.🙂 (Risos)

Assim sendo cá vão os filmezinhos com respectivos posters e trailers para vos estimular o apetite.

1 – ATROCIOUS (2010) de Fernando Barreda Luna – Espanha/México.

Este filme conta a história da família Quintanilla que fora assassinada há uma década. A polícia encontra uma câmara de vídeo e 37 horas de vídeo que irão reconstruir os seus últimos momentos. As imagens foram gravadas por Cristian e sua irmã que investigam mitos urbanos. Aquando dos crimes, a família estava em sua casa de campo em Sitges. As similaridades entre este filme e outros – THE BLAIR WITH PROJECT (1999), [REC] (2007) CLOVERFIELD (2008) e PARANORMAL ACTIVITY (2007) – parecem apontar para o surgimento de um novo trend (ou o solidificar de um estilo) no qual as histórias são contadas através de vídeos de arquivo gravados em directo ou recolhidos depois dos incidentes.

2 – CAPTIFS (2010) de Yann Gozlan – França.

O título internacional deste filme é CAGED e conta a história de Carole, uma enfermeira que se encontra em missão humanitária algures no leste da Europa. Com o fim da missão, Carole prepara-se para regressar a casa. No entanto, Carole e dois dos seus colegas são raptados e levados para um sítio sinistro onde irão descobrir os planos que seus captores têm guardados para eles. O trailer e o poster dizem que o filme é inspirado em factos reais. Hmm… que reconfortante. Para os amantes da violência, este filme promete não decepcionar.

3 – TROLLJEGEREN (2010) de André Øvredal – Noruega.

THE TROLL HUNTER (título internacional) é um dos filmes de terror mais aguardados do ano. E com todo o mérito! Um grupo de estudantes tenta produzir um documentário sobre Hans, um caçador de ursos que se recusa a colaborar. No entanto, ao segui-lo sem sua autorização, o grupo descobre que Hans é, na verdade, um caçador de trolls. E os trolls são verdadeiramente terríveis, conforme o grupo irá descobrir. O filme é narrado em estilo documental e mistura o terror com comédia na medida em que rapidamente o espectador vai perceber que a situação está fora do controlo do grupo. O filme vai buscar referências a vários outros: do [REC] ao JURASSIC PARK (1993) com piadas e sustos como os espectadores bem gostam. Note-se que o filme é distribuído pela A B Svensk Filmindustri – a mesma que produzia o Ingmar Bergman.

4 – WIR SIND DIE NACHT (2010) de Dennis Gansel – Alemanha.

WE ARE THE NIGHT (título internacional) parte de um conceito muito interessante: SEX AND THE CITY meets THE LOST BOYS. É desta forma que muita gente tem resumido este filme que conta a história de um grupo de vampiras alemãs que vagueiam pela vida nocturna de Berlim: Louise, Charlotte e Nora que levam uma vida de sexo, compras, estravagâncias e, claro, sangue. Numa entrevista recente, o realizador explicou que este filme foi recusado por todos os produtores que conheceu, levando 14 anos até ser produzido. O que aconteceu ao fim deste tempo todo? TWILIGHT (2008) é a resposta. Subitamente os vampiros voltaram a estar na moda com toda a força. Ainda bem e mais vale tarde do que nunca.🙂

5 – ZWART WATER (2010) de Elbert van Strien – Holanda/Bélgica.

TWO EYES STARING (título internacional) conta a história de uma miúda que acaba de mudar-se para uma enorme propriedade herdada pela mãe após a morte da avó. Rapidamente iremos perceber que a mansão esconde muito mais do que aparenta e a miúda irá fazer amizade com um fantasma que vive na cave. Estamos claramente num universo que nos lembra nomes como Guillermo del Toro, Juan Antonio Bayona e ainda Alejandro Amenábar. No entanto, é excelente ver aparecer mais cinema de terror holandês. O filme merece ser descoberto ainda mais se tivermos em consideração que Charlize Theron já adquiriu os direitos de remake norte-americano.🙂

Temos muito que aprender com estas pessoas que fazem do cinema de terror europeu um universo tão rico e economicamente tão sustentável. Viva o cinema de terror europeu!

Etiquetas: , , ,

3 Respostas to “Cinco filmes de terror europeus que não devemos perder!”

  1. Vasco Esteves Says:

    No final de ler este artigo, especialmente tendo em conta as referências do filme “Atroucious”, gostava de mencionar um filme: “La Casa Muda” cuja tagline é: “Real fear in real time”.

    Apesar de ser falado em espanhol foi feito no Uruguai, país que produz menos filmes que portugal num ano inteiro. Segundo consta o filme foi rodado num só take e o realizador Gustavo Hernández apenas contou com 6.000 dólares, 4 dias e uma câmara fotográfica para fazer esta aventura. Parece-me ser um muito bom exemplo a seguir por nós portugueses nas nossas criações.

    Há que mencionar também que já foram adquiridos os direitos para um remake norte-americano.

    Caso não conheçam, espreitem o site cheio de extras =D

    http://lacasamuda.com/

    • Bad Behavior Says:

      Olá, amigo Vasco:

      É claro que conhecemos La Casa Muda.🙂
      É, sem dúvida um grande exemplo de cinema para ser visto com muuuuuita atenção. Não incluímos o filme aqui porque esperamos ter um post só para ele, em breve. É um facto que não é europeu… mas é um exemplo tão fascinante que certamente terá de ser falado.

      Grande abraço.🙂

  2. Cinco filmes de terror europeus que não devemos perder! « Bad Behavior | Link Mundial Says:

    […] mais: Cinco filmes de terror europeus que não devemos perder! « Bad Behavior Posted in: Documentário, Filmes, Nacional, Terror   Tags: behavior, cinco, devemos, […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: