Filme europeu da semana: “Attack the Block”.

ATTACK THE BLOCK (2011) dos mesmos produtores do célebre SHAUN OF THE DEAD (2004) é um filme britânico que merece ser visto com muita atenção. Aparentemente a história não tem nada de especial: numa bela noite, um gang adolescente dos subúrbios de Londres é surpreendido por um meteorito que cai nas proximidades do enorme bloco de habitação social onde todos vivem. Ao aproximarem-se, encontram um monstro alienígena feroz que acabam por conseguir matar. Mas a vitória não dura muito tempo: outros meteoritos começam a cair na vizinhança… a trazer aliens bem maiores e bem mais perigosos. No meio da confusão, o gang terá que manter-se unido para defender toda a gente das criaturas que tentam dominar o bairro (…e coisas destas acontecem o tempo todo na Amadora, certo?).🙂

Se a sinopse parece uma variação de um filme do Carpenter – ASSAULT ON PRECINCT 13 (1976), THE THING (1982) e PRINCE OF DARKNESS (1987) vêm à cabeça – ela não é casual. De facto, no cinema de terror, a existência (ou a defesa) de um locus horribili familiar é bastante eficaz na criação de uma relação forte entre o espectador e os protagonistas. Neste sentido, ATTACK THE BLOCK se desenvolve bastante bem sobre a ideia de que cabe aos “underdogs” defender a vizinhança com a qual parece que apenas eles se preocupam.

Mas por outro lado, ATTACK THE BLOCK é um grande exemplo de como o cinema de terror actual consegue ser um género verdadeiramente popular e transnacional pela forma como vai buscar as suas influências onde mais lhe dá jeito (sem complexos e sem medo – coisa que não acontece noutros géneros) e pela forma como circula livremente pelos canais de divulgação que hoje são capitais na ligação entre os filmes e os espectadores. A estreia mundial do filme no South by Southwest (Austin, Texas) é um exemplo deste espírito:

O filme estreou recentemente em Londres e tem sido um enorme sucesso de público e de crítica. Com um orçamento de oito milhões de libras o filme já possui distribuição assegurada em inúmeros territórios. Nos Estados Unidos, será distribuído pela Screen Gems – o estúdio do grupo Sony Pictures dedicado ao cinema independente de terror e thrillers como HOSTEL Part 2 (2007), RESIDENT EVIL (2002), QUARANTINE (2007) e OUTPOST (2008) – que neste momento encontra-se a posicionar o filme junto do público.

Recentemente, alguns textos muito bons acerca do filme têm aparecido. O primeiro é HOW ATTACK THE BLOCK REDEFINES HIGH CONCEPT MOVIE escrito por Paul Martinovic. O segundo é a crítica da HitFix.com intitulada MIDNIGHT MOVIE ATTACK THE BLOCK IS AN INSTANT GENRE CLASSIC escrito por Drew McWeeny. Cá está o trailer:

BAD BEHAVIOR

Etiquetas: , , ,

Uma resposta to “Filme europeu da semana: “Attack the Block”.”

  1. Leonardo B Leite Says:

    Achei que todos os filmes de suspense fossem macabros e medonhos, mas
    ou eu cresci e estou mais corajoso, ou esse filme é realmente legal =D

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: