The Art of the Horror Movie Poster – Part 5.

Esta é a versão aprovada pelo M.P.A.A. para as salas norte-americanas.

Criar o poster de um filme num ambiente caracterizado por uma forte concorrência é um trabalho muito duro. O espectador tem diante de si uma enorme oferta e pode sempre escolher – it’s a buyer’s market. Por vezes, a ânsia de comunicar uma imagem potente e vender resulta em coisas muito estranhas, difíceis de explicar.

Exemplo: CHAIN LETTER (2010) de Deon Taylor.

Observe bem este poster. Chama-se “Chain Letter” e mostra uma tag line absolutamente preguiçosa, genérica e batida: “The art of killing”. No entanto, a “chain” que vemos no poster é efectivamente uma corrente que prende o pé e a mão do corpo que está caído. Isto aconteceu porque provavelmente o distribuidor está a tentar atrair o mesmo público da série SAW (2004) cuja base de fãs é gigante o suficiente ao ponto de tornar este filme possível na medida em que existem similaridades óbvias entre este projecto e o referido franchise multimilionário. No entanto, ficamos a coçar a cabeça acerca do código de barras que aparece em enorme evidência por debaixo do corpo. O que quererá isto dizer? Não se percebe.

Ora, quem conhece a série SAW é capaz de reconhecer o carácter anti-tecnológico dos jogos do assassino Jigsaw: sistemas mecânicos, ferrugentos, pesados e truculentos – a antítese da tecnologia digital dos telemóveis, e-mails e etc. (visíveis no trailer do CHAIN LETTER). O Jigsaw não é um mero assassino: ele é toda uma forma de ver o mundo – uma forma coerente que milhões de espectadores compreenderam imediatamente (onde os jogos possuem um carácter moralizante e justiceiro conotado com uma tecnologia “old school”). Desta forma, CHAIN LETTER, a julgar pelo poster, parece um objecto ligeiramente contraditório.

O filme de facto é bastante violento. No entanto, há um forte elemento tecnológico presente que pouco tem a ver com os sistemas mecânicos e antiquados (e por vezes fascinantes) do SAW – o que significa que CHAIN LETTER está longe de oferecer uma experiência comparável àquela que o consumidor do SAW poderia estar a espera.

Noutros mercados (longe dos tentáculos do M.P.A.A. – risos) o poster é quase o mesmo. Porém, carrega no sangue e tenta exibir ainda mais a violência. Continuamos sem perceber o porquê do código de barras.

Cá está a versão russa com sangue em evidência.

Uma outra versão estrangeira do poster opta por retirar o sangue e mostrar a actriz principal na tentativa de capitalizar algum do star system que nos Estados Unidos (onde a actriz é mais conhecida) não pareceu merecer estar no poster.

Versão da República Checa, onde Nikki Reed já merece estar em evidência. Hmm... interessante...

A capa do DVD norte-americano substitui a tag line genérica “The art of killing” por algo mais próximo do plot: “Pass it on – or die”. Ok (risos) agora é claro que isto tem a ver com cartas anónimas que as personagens têm que passar adiante. MAS ALGUÉM NOS PODE EXPLICAR O CÓDIGO DE BARRAS?!?!?!?

...E se experimentarmos uma nova tag line?

Já na versão britânica do DVD, o desespero é total: três dos actores estão metidos à pressão no topo (pode ser que alguém os conheça)… o título está em bold… há montes e montes de sangue… E A PORRA DO CÓDIGO DE BARRAS QUE NINGUÉM SABIA PARA QUE SERVIA JÁ DESAPARECEU!!

Agora não há desculpa! Tem que vender!!!

Too late! LOL!!🙂

Etiquetas: , , ,

2 Respostas to “The Art of the Horror Movie Poster – Part 5.”

  1. Pedro Marques Says:

    Bem, embora com um possível spoiler, tenho aqui transcrita, da página da wikipedia sobre o filme a razão de ser do tão badalado código de barras.

    Para que se saiba:
    “It is revealed that the man behind all the killings was a soldier. During the war, he was tortured by the enemy because he had a government-issued cell phone. He returns to the USA severely disfigured and breaks out of a hospital, disappearing. He starts a cult of “anti-technology” followers who are marked by bar-code tattoos.”

    E pronto. Fim do misticismo em redor do código de barras.

    • Bad Behavior Says:

      Aaaaaaaahhhhhhhh…… então está tudo explicado! Trata-se do velho truque do “por-no-poster-uma-coisa-que-só-se-compreende-depois-da-revelação-de-que-o-homem-por-detrás-dos-assassinatos-era-um-soldado-que-durante-a-guerra-foi-torturado-pelo-inimigo-porque-tinha-um-telefone-do-governo-e-voltou-para-casa-desfigurado-e-fugiu-do-hospital-e-desapareceu-para-depois-criar-um-culto-anti-tecnológico-com-seguidores-tatuados-com-aquela-coisa-do-poster-que-ninguém-percebe-e-que-só-percebe-depois-de-ver.”😛
      GENIAL!!!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: