Mestres do cinema de terror europeu III: Ruggero Deodato.

Ruggero Deodato está para os canibais como George A. Romero está para os zombies. Esta afirmação não é descabida se pensarmos que até ao seu CANNIBAL HOLOCAUST (1980), o canibalismo enquanto assunto no cinema de terror nunca teve grande impacto – da mesma forma como até ao aparecimento do Sr. Romero, os zombies não eram nada de especial.

Mas antes da fama e da polémica com CANNIBAL HOLOCAUST, Ruggero Deodato realizou um outro filme sobre canibalismo: ULTIMO MONDO CANNIBALE (1977) que por sua vez foi pensado como uma sequela do filme IL PAESE DEL SESSO SELVAGGIO (já não se fazem títulos assim) realizado em 1972 por Umberto Lenzi. Ora, Lenzi pediu demasiado dinheiro para realizar a sequela, fazendo com que os produtores o substituíssem por Deodato, que por sua vez parece ter gostado tanto do conceito que o resultado é aquilo a que se chama de “Trilogia do Canibalismo”: ULTIMO MONDO CANNIBALE, CANNIBAL HOLOCAUST e por fim INFERNO IN DIRETTA (1985).

Mas Ruggero Deodato realizou ainda dois outros grandes filmes de terror italianos: LA CASA SPERDUTA NEL PARCO (1980) e CAMPING DEL TERRORE (1987). O primeiro foi lançado no mercado norte-americano sob o título THE HOUSE ON THE EDGE OF THE PARK (notem que este título foi alterado após o trailer acima estar pronto – que ainda mostra o título inicial THE HOUSE OF THE PARK ON THE EDGE) enquanto o segundo foi distribuído com prosaico título BODYCOUNT (risos). Podemos também adicionar à lista um thriller magnífico: UN DELITTO POCO COMUNE (1988) com Michael York e Donald (HALLOWEEN) Pleasence cujo título internacional é PHANTOM OF DEATH.

Ao que parece, Ruggero Deodato está a preparar THE HOUSE ON THE EDGE OF THE PARK PART II (2012) que ao que tudo indica é uma prequela do filme de 1980. Hmmm… 🙂

Cá estão dois teaser-posters… e já agora vejam que tagline magnífica: everything you fear under one roof.

Advertisements

Tags: , , ,

One Response to “Mestres do cinema de terror europeu III: Ruggero Deodato.”

  1. Cinco obras europeias sobre canibalismo. « Bad Behavior Says:

    […] sobre o tema. Mas é aquele que o lançou como mestre definitivo do género. Em tempos escrevemos um post sobre este filme que utiliza habilmente um estilo documental de storytelling – antecipando quase em 20 anos […]

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: