Archive for October, 2011

O tema do “Halloween”: mil e uma formas de tocar e aprender :-)

October 31, 2011

Não, não nos esquecemos do grande clássico de John Carpenter. E para prová-lo, cá vão alguns vídeos muito bons que mostram a força do cinema de terror.

Primeiro vamos ver uma interpretação muito competente do tema.

Agora um tutorial muito bem feito para quem quiser aprender.

E que tal uma versão para guitarra eléctrica? Uáu!

Agora DUAS GUITARRAS! Uáu, Uáu!

TRÊS GUITARRAS!! TRÊÊÊS!!!!

E por fim, a nossa favorita… no baixo! 😀

Alguém toca trombone?

A Zombie Walk de Lisboa é hoje :-)

October 31, 2011

Hoje, noite de Halloween, Lisboa será palco de mais uma fantástica Zombie Walk!

Se não tens nada para fazer e não te apetece ficar em casa a aturar a famelga… ou se já tens compromisso… CANCELA! Vem juntar-te ao zombies. Já sabes: when there’s no more room in Hell, the dead will walk the Earth (err… neste caso, Lisboa).

E esta edição é especial: a organização do evento irá velar a cabo a Zombie Walk (ZWL) Contra a Fome. Trata-se de uma ideia sensacional: pede-se a cada zombie que traga de casa um alimento não-perecível (nada de cérebros – a não ser que seja em lata). Os alimentos recolhidos serão doados pela organização ao banco alimentar. Trata-se de um gesto muito nobre porque bons zombies são zombies solidários.

O ponto de encontro é a Praça Luís de Camões entre as 18:00 e as 19:30. Para quem vier a correr do trabalho ou da escola, a organização irá disponibilizar uma equipa de maqulhadores 🙂 para ajudar a tornar os zombies mais… apresentáveis.

Podes visitar a página da Zombie Walk no Facebook e o website da Zombie Walk.

Happy Halloween!!!

October 31, 2011

…E para assinalar o Halloween deste ano, procurámos um vídeo que fosse incrível.

Este foi aquele que nos pareceu mais interessante. WE LOVE YOU, ARTHUR HIPOINT!

Enjoy 🙂

Yes, rednecks from Georgia: you are not alone.

LOL (parte VIII)

October 22, 2011

E cá está algo curtinho mas delicioso!

THE GAWPER

A publicidade e o cinema de terror.

October 15, 2011

De tempos em tempos aparecem spots publicitários que arriscam incursões pelo cinema de terror. Como é lógico, a operação acaba sempre em comédia da boa 🙂 Mas mesmo não querendo assustar ou chocar (é publicidade) os resultados são muito interessantes e mostram a forma como até o mundo ultra-cuidadoso e prudente da publicidade também explora o género. Seleccionámos alguns filmes que estão muito bons.

1 – STARBURST. Ficámos deliciados com este zombie completamente irritante que não se cala (risos). A caracterização está muito boa embora o filme claramente procure evitar o factor “nojo” que vemos nos zombies actuais.

2 – SNICKERS. Esta é uma variação – com zombies – daquele spot divertidíssimo com a Betty White. A ideia é muito boa e pouca gente conhece este filme. Muito divertido.

3 – DORITOS. Bem… a publicidade adora os zombies! 😛

4 – Mais DORITOS. Mas olhe que não… olhe que não… a Doritos não fez apenas um filme com zombies. Na verdade a campanha foi muito maior e homenageou vários filmes de terror bastante distintos. A séria completa teve o título de “Mi3dos” e foi composta por cerca de uma dúzia de filmes simplesmente deliciosos. Veja a série completa abaixo 🙂

…E o final.

5 – DIRECT TV. A ideia não é original… mas está bem executada. Ainda mais se pensarmos que o Freddy Krueger a colher flores é qualquer coisa que merece admiração.

6 – KRUNG THAI BANK. Esqueceu-se de pagar as contas? LOL!

7 – VOLKSWAGEN. Cá está uma maravilhosa utilização do cliché “o carro não funciona”. Muito divertido.

8 – NIKE. …E aqui vemos a total inversão de outro cliché igualmente bem conhecido.

9 – SYLVANIA. Cá está um pequeno spot para ser visto e revisto – que mostra como o nosso mundo é culturalmente diverso, rico… e assustador se não fosse por esta marca. 🙂

10 – CINGULAR. Creepy kids galore! Ugh!

Filme europeu da semana: Viy.

October 5, 2011

O cinema soviético não é conhecido pela sua produção no campo do terror. Isto tem uma explicação muito simples: o cinema de terror é subversivo e irreverente por natureza – coisas que não combinam nada com as cinematografias politicamente orientadas ou fortemente dependentes do Estado (como é o caso da nossa). Mas mesmo assim, em 1967, a Mosfilm produz VIY (cujo título internacional é SPIRIT OF EVIL), realizado por Konstantin Yershov e Georgi Kropachyov. O filme é uma adaptação do conto homónimo de Nikolai Gogol e conseguiu contornar a censura apenas porque os realizadores defenderam a história como sendo um conto popular. Segundo algumas fontes, VIY é mesmo o primeiro filme de terror produzido/distribuído na União Soviética.

O filme conta a história do jovem Khoma, um monge que ao encontrar uma bruxa acaba por matá-la. Mas ao morrer, a bruxa transforma-se numa rapariga jovem e bela. Assustado, Khoma foge imediatamente. No dia seguinte, chega a notícia de que a filha de um proprietário rico e poderoso foi encontrada quase morta, após ter sido atacada por estranhos. No seu leito de morte, a jovem faz um último pedido: o jovem Khoma deve guardar o seu cadáver durante três noites… apenas ele e ela… numa velha igreja… trancados. Ao começar a vigília, Khoma desenha no chão um círculo mágico que o protege do Mal. Quando a rapariga (bruxa) levanta-se do caixão, não consegue atacar o monge… e os ataques vão ficando cada vez mais violentos nas noites seguintes.

Esta adaptação é relativamente fiel ao conto original de Nikolai Gogol. O filme nunca chega realmente a assustar e temos que esperar até ao último terço para que os ataques fiquem realmente interessantes. No entanto, para um filme soviético de 1967 com poucos recursos, a atmosfera criada e a caracterização são bastante competentes. Os efeitos especiais demonstram bastante engenho (nem sempre bem-sucedidos) mas o filme, em última análise, aguenta-se bem em comparação com outros da mesma altura. Resta-nos imaginar aquilo que estes realizadores poderiam ter feito se trabalhassem em Hollywood, França, Itália ou Inglaterra – onde certamente teriam outro tipo de apoio.

Mas VIY é um caso interessante por outra razão. Há um remake em produção com estreia marcada para 2012. E ao que parece, não se trata de apenas um filme, mas sim dois. E todos são em 3D. O website pode ser visitado em www.viymovie.com. Trata-se de uma co-produção entre a Rússia e o principal canal de televisão da Ucrânia, INTER. Estamos ansiosos para ver o resultado.

Cá estão umas fotos:

Stop motion gore? Claro! :-) Cinco sugestões.

October 2, 2011

O gore no cinema de terror é um óptimo tema para uma animação em stop motion. Seleccionámos alguns vídeos bem curtinhos para mostrar a criatividade de alguns fãs do género que demonstram algo de que sempre suspeitámos: nunca se pode ter gore a mais. 🙂

1 – CHAINSAW MAID.

2 – CHAINSAW MAID 2.

3 – FINAL SURGERY.

4 – CLAYMATION EXPERIMENT.

5 – CLAY GORE EP.1.


%d bloggers like this: