Archive for May, 2012

Cinco filmes que não devemos perder neste Verão.

May 13, 2012

1 – THE ROAD (2011) de Yam Laranas é um filme filipino que irá estrear em breve nas salas norte-americanas. Possui um guião absolutamente incrível e merece ser visto. Mistura tuas timelines distintas ao contar a história de dois crimes – cada um numa década específica – para depois unir tudo com uma eficácia incrível. As Filipinas produzem cinema de terror, sim senhor 🙂 e este filme mostra como o género é levado a sério naquele país.

2 – IRON SKY (2012) de Timo Vuorensola é simplesmente o filme europeu mais incrível dos últimos anos. Trata-se de uma mega-co-producão entre a Finlândia, a Alemanha e a Austrália que lançou há tempos uma campanha de divulgação ímpar, digna de ser estudada ao milímetro. Para além disto, o filme conseguiu o impressionante feito de ter quase 10% do seu orçamento financiado por via de crowd funding. Recentemente foi premiado no Brussels International Fantastic Film Festival.

3 – RETREAT (2011) de Carl Tibbetts é um filme britânico que junta três actores que gostamos bastante de ver: Cillian Murphy, Jamie Bell e Thandie Newton. A história gira em torno de um casal que vai passar uns tempos numa casa isolada numa ilha escocesa. Subitamente surge um estranho coberto de sangue que traz uma notícia assustadora: o resto do país está a ser dizimado por um vírus mortal e em breve a ilha será invadida por milhares de pessoas desesperadas – que provavelmente trazem com elas o tal vírus. A solução? Prepararem-se para o pior.

4 – CHILDREN WHO CHASE LOST VOICES FROM DEEP BELOW (2011) de Makoto Shinkai é um filme japonês que faz a velha pergunta de sempre: para onde vão as pessoas quando estas morrem? A resposta é este filme de animação que conta a história de Asuna, uma miúda que procura por uma terra chamada Agartha, situada num universo paralelo. É em Agartha que o professor de Asuna, Ryuji, acredita que está a sua esposa já falecida – e a procura desta terra é a missão da sua vida. HOSHI O OU KODOMO (título original) está longe de ser um filme de terror. Mas anda num território bastante querido do género.

5 – THE INCIDENT (2011) de Alexandre Courtès é uma co-produção entre os Estados Unidos, Bélgica e França. Parte de uma ideia fascinante: estamos em 1989. George, Max e Ricky são uma banda de rock a procura da fama que tarda em chegar. Para pagar as contas, o grupo trabalha na cozinha de um hospital psiquiátrico de alta segurança. Um dia, uma tempestade corta a energia eléctrica do complexo e o trabalho que parecia banal e seguro transforma-se num pesadelo. Cá está um filme incrível que faz uma excelente gestão dos recursos que possui.

Dia das Mães.

May 12, 2012

Filme europeu da semana: “Rapsodia Satanica”.

May 7, 2012

Um amigo nosso publicou no Facebook um trecho do RAPSODIA SATANICA (1915) com música da dupla Robin Guthrie e Harold Budd.

Para quem não sabe, RAPSODIA SATANICA é um filme italiano, mudo, realizado por Nino Oxilia – um realizador tristemente esquecido pelo cinema europeu. A história é bastante simples: a velha Condessa Alba d’Oltrevita (Lyda Borelli) deseja obter uma segunda juventude e firma um pacto com Mephisto (Ugo Bazzini) que lhe devolve a beleza de outrora. But there’s a catch: a Condessa não pode apaixonar-se. Segue-se um período de festas e prazeres onde a protagonista seduz e manipula todos os homens. O problema é que dois irmãos, apaixonados por ela, decidem lutar pelo seu amor. Um deles suicida-se, lançando Alba d’Oltrevita num estado de remorso extremo. No fim… pois… Mephisto regressa e transforma-a de volta na velha Condessa – que finalmente morre.

Ok, em 1915 o cinema de terror – enquanto género – ainda estava a procura daquilo que viria a ser. E a verdade é que este filme acaba por ser muito mais um melodrama fantástico do que um filme de terror comme il faut. No entanto, é muito interessante perceber como já nesta altura, vários elementos essenciais no futuro do género (como a atmosfera, a escuridão, a direcção de arte, o estilo, o sexo, o onirismo – entre outros) começam já aqui a mostrar o seu peso – e devemos recordar que estamos cinco anos antes do seminal DAS CABINET DES DR. CALIGARI (1920) de Robert Wiene.

Muito mais uma curiosidade do que um filme de terror, RAPSODIA SATANICA é um filme a ser descoberto. O trabalho de fotografia (de Giorgio Ricci), por exemplo, possui momentos incríveis para 1915. Encontrámos no Youtube o filme (provavelmente) na sua versão mais completa.

Enjoy 🙂

LOL (parte XIV).

May 1, 2012

Este vídeo de animação, muito curtinho, é mesmo incrível. 🙂

Uma grande homenagem ao THE THING (1982).


%d bloggers like this: